Inscrições para a AA Uni-CV/ Núcleo do DECM

Inscrições abertas para o Núcleo associativo do DECM.
Click aqui para preencher o formulário de candidatura.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012


Associação Académica da Uni-CV - Campus de Ribeira Julião - Departamento de Engenharias e Ciências do Mar





 Convocatória

Nos dias 7 e 8 de Fevereiro realizar-se-á na cidade da Praia o “Fórum nacional sobre o ensino superior Cabo-verdiano”, para que sejamos bem representados são convocados todos os representantes de turma e demais interessados a participarem de uma reunião extraordinária nesta Segunda-feira as 8h no DECM (sala a indicar), com o intuito de serem discutidos temas pertinentes para levar ao fórum.
A tua presença é indispensável 

Programa do forum: 


quinta-feira, 17 de março de 2011

Notas do 1º Semestre disponíveis Online


                                           
Através do Blog dos Serviços Académicos, os alunos podem agora ter acesso às notas das diferentes disciplinas, bem como a formulários de inscrição para exames, mas também, através deste site poderão solicitar históricos escolares.

Os Serviços Académicos pretendem investir numa outra relação com os alunos disponibilizando para isso ferramentas que permitem interacção on line e que facilitam a vida académica dos estudantes da Uni-CV.

As notas do 1º Semestre já estão a ser colocadas, sendo que a adesão dos estudantes tem sido bastante expressiva. Até ao dia 10 de Março, o blog dos Serviços Académicos já tinha recebido mais de 15 mil visitantes.

Com esta ferramenta inovadora, a Uni-CV garante ainda que os estudantes passam a utilizar o email institucional da Universidade de Cabo Verde, o Uni-CV Live Edu, já que o acesso às notas faz-se mediante um login e uma password.

 O estudante que ainda não tem o seu email activado, poderá fazê-lo contactando o Help Desk TIC em cada unidade orgânica.

Visite os Serviços Académicos em www.unicvsac.wordpress.com

Texto extraído do site da Uni-CV, veja o artigo original no endereço abaixo:

domingo, 6 de março de 2011

Festa
Uni-Carnavall 2011

Informações

Local: Tradiçom e Morabeza
Hora: por volta das 19:00, logo depois do desfile
Preço: 300$00, oferta de uma bebida

Compra de Bilhetes
Secretaria
Membros Associação Académica
Membros do Corpo de Voluntários
Desfile
Uni-Carnavall 2011

Concentração

Objectivo: organizar e distribuir T-shirts
Local: Liceu Velho
Hora: 15:30h


Partida
18:00h

Não te atrases!
Temos disponível água para beber. 

Ensaios
Uni-Carnavall 2011

Sábado e Domingo
Às 18:00 horas no DECM, Bloco B (ex ISECMAR)
Autocarro directo junto ao Liceu Velho


Vamos:
Aprender a música do nosso Carnavall
Aprender os passos
Organizar

Contamos com todos, Uni-juntos! 

Uni-Carnavall 2011



Dia 7 de Março a Uni-CV festeja o Carnaval, num projecto integrando toda a comunidade académica (dentro e fora do Mindelo). Vais participar?

1º - Vamos desfilar pelas ruas de Mindelo. Neste primeiro desfile de Carnaval, festejamos os quatro elementos (Ar, Terra, Água e Fogo). Levaremos um andor, trajes, camisolas da Uni-Cv e muita boa vontade. Concentração: 15:30 (para organização e distribuição de camisolas), partida as 17:00.

2º - Vamos conviver na nossa festa de Carnaval, logo a seguir ao desfile.

Não fiques de fora! Inscreve-te!

Organização: Associação Académica (núcleo DECM), 
Serviços de Acção Social no Mindelo, e Corpo de Voluntários Uni-CV no Mindelo.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

No mês de Fevereiro começará aqui na Uni-CV em Mindelo o ‘Ciclo de Workshops’ que será composto por diversas oficinas ou mini-cursos em diversas áreas, trabalhando fundamentalmente a parte prática, a cerimónia de abertura será feita no dia 21 de Fevereiro pelas 10:30, sala a indicar.
Para mais informações dos cursos que serão ministrados consulte o blogue:

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

SER VOLUNTÁRIO É...

 Ser voluntário é....
   É regar todos os dias seres para conseguirem ter a capacidade de semearem brincadeiras e florirem sorrisos. É tornar radiantes os dias de chuva e colorir momentos marcantes.
   Ser voluntário é ser uma torrada quente que salta todos os dias numa linda manhã para alimentar quem mais necessita. É fantasiar um mundo feliz e alegre para evitar medos e receios e criar felicidade. É mostrar que voar, pular, brincar e ajudar é importante.
    É partilhar um coração com vários coraçõezinhos, é despertar o bom que há em nós e nos outros, é ajudar e ser ajudado, é estar presente, é dedicar e aprender. Ser voluntário é ser responsável, interessado e corajoso, é ter sentimentos, é demonstrar que se pode ter valor e ser um diamante nos bolsos dos outros, é ser bondoso sem receber nada em troca, é ter um coração GIGANTE, é sentir-se útil.
    Ser voluntário é ter alguém com quem falar e ajudar, é uma maneira de relativizar os próprios problemas e dar atenção a outros mais graves. É tentar dar o dia de amanhã, ontem ou hoje.
   Ser esta fantástica pessoa é mostrar que quem espera sempre alcança e que nesse dia irá estar presente sem perder a esperança, sonhando com o final feliz que todos esperam a cada segundo que passa.
   Seja voluntário e ajude quem precise!
   Há tantas pessoas a precisar da sua ajuda, junte-se a nós e ajude. Ajude com um simples gesto carinhoso  todos os dias e tornar-se-á uma pessoa ainda mais feliz e útil.
   Lembre-se que hoje é você a ajudar mas amanhã poderá ser você a precisar de ajuda!
Joana Beites




O que é ser voluntário?


Saiba quais os conceitos mais utilizados sobre o trabalho voluntário, confira nossas 10 dicas e veja exemplos de onde agir:
O conceito ao lado é bem parecido com o difundido pela Organização das Nações Unidas (ONU): “voluntário é o jovem ou o adulto que, devido ao seu interesse pessoal e ao seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração alguma, a diversas formas de actividades, organizadas ou não, de bem estar social ou outros campos.”
Nos conceitos de voluntário acima, encontra-se a principal motivação para o exercício do voluntariado: a satisfação.
O trabalho voluntário gera uma realização pessoal, um bem estar interior originado do prazer de servir a quem precisa. É um sentimento de solidariedade e amor ao próximo aliado com a importância de sentir-se socialmente útil.
É algo que vem de dentro da gente e faz bem aos outros. No voluntariado todos ganham: o voluntário, aquele com quem o voluntário trabalha, a comunidade.

Voluntário é o cidadão que, motivado pelos valores de participação e

solidariedade, doa seu tempo, trabalho e talento, de maneira espontânea e não remunerada, para causas de interesse social e comunitário"

Comunidade Solidária, actual Comunitas
10 dicas sobre voluntariado
1. Todos podem ser voluntários


Não é só quem é especialista em alguma coisa que pode ser voluntário. Todas as pessoas capacidades, habilidades e dons. O que cada um faz bem pode fazer bem a alguém.

2. Voluntariado é uma relação humana, rica e solidária

Não é uma actividade fria, racional e impessoal. É relação de pessoa a pessoa, oportunidade de se fazer amigos, viver novas experiências, conhecer outras realidades.

3. Trabalho voluntário é uma via de mão dupla


O voluntário doa sua energia e criatividade mas ganha em troca contato humano, convivência com pessoas diferentes, oportunidade de aprender coisas novas, satisfação de se sentir útil.

4. Voluntariado é acção


Não é preciso pedir licença a ninguém antes de começar a agir. Quem quer, vai e faz.

5. Voluntariado é escolha

Não há hierarquia de prioridades. As formas de acção são tão variadas quanto as necessidades da comunidade e a criatividade do voluntário.

6. Cada um é voluntário a seu modo

Não há fórmulas nem modelos a serem seguidos. Alguns voluntários são capazes, por si mesmos, de olhar em volta, arregaçar as mangas e agir. Outros preferem actuar em grupo, juntando os vizinhos, amigos ou colegas de trabalho. Por vezes é uma instituição inteira que se mobiliza, seja ela um clube de serviços, uma igreja, uma entidade beneficente ou uma empresa.

7. Voluntariado é compromisso

Cada um contribui na medida de suas possibilidades mas cada compromisso assumido é para ser cumprido. Uns têm mais tempo livre, outros só dispõem de algumas poucas horas por semana. Alguns sabem exactamente onde ou com quem querem trabalhar. Outros estão prontos a ajudar no que for preciso, onde a necessidade é mais urgente.

8. Voluntariado é uma acção duradoura e com qualidade


Sua função não é de tapar buracos e compensar carências. A acção voluntária contribui para ajudar pessoas em dificuldade, resolver problemas, melhorar a qualidade de vida da comunidade.

9. Voluntariado é uma ferramenta de inclusão social


Todos têm o direito de ser voluntários. As energias, recursos e competências de crianças, jovens, pessoas portadoras de deficiência, idosos e aposentados podem e devem ser mobilizadas.

10. Voluntariado é um hábito do coração e uma virtude cívica
As formas de acção voluntária são tão variadas quanto a criatividade do voluntário e as necessidades da comunidade.

Voluntariado na Uni-CV

                             
Associação Académica da Uni-CV – Comissão de Acção Social - Campus de Ribeira Julião - Departamento de Engenharias e Ciências do Mar



Serviços de Acção Social da Uni-CV em parceria com a Associação Académica da Uni-CV









“Seja voluntário na Uni-CV, no teu departamento e seja uma mais valia para ti e para os teus colegas”


Encontro de voluntários da Uni-CV dia 5 de Fevereiro Sábado pelas 16h00 no DCSH (Liceu Velho)


“Contribua para uma maior união e um maior bem estar para ti e para os teus colegas, SEJA VOLUNTÁRIO”

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Palestra sobre música no DECM

       Hoje aqui no DECM pelas 15:30h houve uma palestra sobre música no auditório, tendo como oradora a Dra. Lúcia Cardoso.
       Uma palestra muito interessante com uma oradora muito activa e bastante simpática, que levou-nos a reflectir sobre a importância da música e da cultura num contexto de desenvolvimento pessoal, social e internacional (no caso de Cabo Verde), sendo Cabo Verde uma ilha turística que exporta cultura...o seu maior bem, a sua maior riqueza.
Falou-nos dos projectos que a Uni-CV já está a desenvolver e de como podemos participar neles, por exemplo simplesmente abrindo o nosso mail live-edu (mail da escola) pois sempre envia todos os convites por esta via e tem tido pouco retorno a nível da nossa participação nas actividades. Um dos principais objectivos do Núcleo de músicas da Uni-CV parte da sensibilização das pessoas para este tema.
Amanhã terça-feira haverá uma OFICINA DE CANTO no DCSH pela 19:30, não perca...mesmo que não saiba cantar ou não se interessa, simplesmente venha e conheça para depois formular a sua opinião a respeito "venha nem que seja para dizer, não gosto" - palavras da Lúcia Cardoso - esperamos por ti.
A nossa Oradora - Lúcia Cardoso

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Boas Festas



A Associação de estudantes no DECM deseja a todos boas festas e um feliz fim de ano!!!
E votos de que este novo ano seja próspero, cheio de saúde, harmonia e claro...muita paródia e muito boas notas!

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

IMPORTANTE

São convocados todos os alunos dos cursos de bacharelado, para uma reunião de esclarecimentos, no dia 9 de Dezembro quinta-feira pelas 17:30, com o presidente do conselho directivo do DECM, Paulino Fortes.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Dia 22 de Novembro *Comemoração do 4º aniversário da Uni-CV*

           Este dia não foi passado em branco, a comissão de finalistas organizou uma tarde cultural muito interessante com diversas atrações e transmitida ao vivo na radio Nova. Houve uma boa participação de alunos e tipo uns 2 ou 3 prof, como foi dito pela comissão
 "SEGUNDA DIA 22, KA BSOD TXA DE PARTICIPA NA ACTIVIDADES PA COMEMORA MAIS UM ANIVERSÁRIO DE UNICV, PROBLEMAS TEM SIM, MAS PELO MENOS POR 1 DIA NO TXA TUD ISS PA TRÁZ..."
 e é mesmo isso, problemas temos mas pelos menos nesse dia foram deixados para trás com muito divertimento e alegria. Uma das grandes atrações da tarde foi o desfile das belezas do DECM, pela 1ª vez aqui no departamento já temos um numero considerável de mulheres, o que não acontecia antes...isso é bom...muito bom! Como apresentador tínhamos o Yumildo que também é o Presidente da Comissão de finalistas, também houve a atuação de diversos cantores, dança mímica de um grupo de teatro,  e logo de seguida uma palavrinha da presidente do Nucleo Académico do DECM 'Simone da Graça'que falou um pouco da associação, dos projetos em desenvolvimento e dos problemas que estão a enfrentar agora com falta de pessoal e felicitando os alunos pela dinâmica e pelo despertar que houve este ano para os problemas...
Disso que precisamos, de gente dinâmica. Entrevistada uma aluna de enfermagem disse "Sim sr. pá es li ê primer actividad que un tita bem, má un tita gostá tcheu".
Esperamos que daqui para a frente haja mais actividades, força lá maltas!

Fotos da tarde Cultural:
















Tomada de posse do Conselho directivo do DECM

         Ontem dia 2 de Dezembro de 2010, foi a cerimonia de tomada de posse do novo conselho directivo do DECM, empossando desta forma o presidente e os seus dois vogais, nas pessoas de:

Presidente - PAULINO LIMA FORTES
Vogal - CORRINE DO ROSÁRIO TIMAS ALMEIDA
Vogal - JORGE DO LIVRAMENTO BRITO NEVES

Uma cerimónia sem grande aparato, simples, mas que cumpriu o seu papel, começou com cerca de 40 min de atraso, a oradora da cerimónia foi a Engª Sónia Ramos e quem leu os documentos de posse foi a Srª Helena Maria Lima Vieira, mas contudo no seu discurso o presidente empossado pediu desculpas pelo atraso e falou de como foi convidado para assumir esse cargo "o Sr Reitor endereçou-me um convite simples, usando termos simples e um argumento simples, não poderia recusar tal convite de modo que simplesmente aceitei".
        No discurso do Reitor ele pediu desculpas do modo como foi feita a transição do outro CD para este e fez promessas de melhorar as condições de ensino neste departamento sublinhando os casos dos:
  • CESP (Cursos de Estudos Superiores Profissionalizantes) que até agora não terminaram e nem fizeram o estágio;
  • Cursos de Mestrado que ainda também não estão finalizados;
  • Cursos de Bacharelado que foram herdados do ISECMAR, que estão com diversos problemas de inserção no novo sistema;
  • E também de consumíveis nos laboratórios;
Esperemos que a promessa seja cumprida... 
Fotos da Tomada de posse










quinta-feira, 25 de novembro de 2010

POLÉMICA NA UNI-CV

Aqui vai o Link de artigos muito polêmicos acerca da demissão do conselho directivo do DECM.
Artigos esses que nos levam a analisar os factos de forma mais profunda e quiçá chegar-mos a verdade verdadeira...

Reitoria da UNICV demite direcção do ex-ISECMAR por email



sábado, 20 de novembro de 2010

Estudantes do DECM descontentes


Estudantes dos cursos de Licenciatura do DECM REVOLTADOS com diversas situações que aconteceram e estão acontecendo no departamento, enviaram cartas dirigidas ao presidente do departamento e ao Reitor solicitando uma reunião com todos os representantes de turma, o qual foi marcado para o passado dia 17 de Novembro.
Principais tópicos discutidos na reunião:
  1. Falta de professores;
  2. Falta de informações;
  3. Administração centralizada;
  4. Exame de recurso;

Desde o começo do semestre os estudantes andam desorientados, pois nenhum canal de comunicação do departamento consegue disponibilizar o que eles precisam saber, conforme eles "ou há ocultação da verdade ou então o departamento é que esta a trabalhar mal", todos falam em 'administração centralizada' mas o que foi dito na reunião é que nunca houve distinção de Praia e de São Vicente. Cá no departamento dizem-nos que estão a espera que a praia decida, que todo o poder e o dinheiro estão centralizados na Reitoria na Praia e que aqui não têm dinheiro nem para enviar uma carta.
 Mas contudo na reunião foi dita que não, que aqui há os meios próprios para isso, que há um fundo de manejo... Ficam muitas dúvidas por esclarecer, quanto a credibilidade no que é dito, e em quem deveremos acreditar, pois para nós o mais importante não é acreditar em um ou em outro, mas sim ver tudo funcionando como deve ser.

Pois é!
No próximo artigo falaremos da reunião e de quais foram as soluções que dali saíram.
Até já!


terça-feira, 16 de novembro de 2010

Caso Bacharelato *detalhadamente*

Anos e anos de silêncio, de medo, de cumplicidade, pois essas coisas não aconteceriam caso fossem denunciados logo de inicio, somos cúmplices da nossa própria desgraça, vida ingrata!

1ª Fase

Por fim um grupo decidiu dar um basta depois de tanto ser flagelado pelos ventos (EPÁ, acho que já ouvi essa frase em algum lugar) e então partir para a luta, depois de reuniões e mais reuniões, idas a advogados, juristas, leitura de passagens da constituição da republica, envio de cartas, pedidos de apoio, noites em claro, tensão arterial em alta para alguns (não estou a brincar) com falta de consideração, de respeito, de humildade, decidiram fazer valer os seus direitos em artigos e entrevistas, os quais seriam seguidos de manifestações, até que o problema fosse resolvido.

2ª Fase

1ª Entrevista RCV, no mesmo dia foram contactados pela escola para encontro no dia seguinte em que foram somente dois representantes mas dali não poderia sair nada e então foi marcada uma reunião para dali a 1 dia com a comissão em peso, se resolveu alguma coisa? Não sei, só sei que falamos e falamos, debatemos e debatemos, o que de lá saiu não foi mais do que certezas de que assim nada se resolveria pois as decisões vêem da parte da reitoria e em todo o caso seja o que for que saí-se dali não seria uma certeza, mas sim uma proposta de uma proposta que seria apresentada a reitoria na Praia. Blábláblá... 3hs depois e alguns litros de saliva a menos saíram de lá desanimados, contrariados, mas ao mesmo tempo com uma força sem igual, prontos para o que dali viesse. Á entrevista não tinha ido para o ar, por motivos que “só Deus sabe”, então foram dar outra entrevista a qual foi passada no mesmo dia, para garantir foram para mais duas rádios sendo a rádio nova e a rádio Morabeza, expondo sem qualquer tipo de constrangimento todos os problemas passados, e claro que como boa instituição que preza pelos sua imagem a universidade, não deixou de desmentir grande parte e tornar este grande problema em uma história demasiado simplória ou seja que foi feita uma tempestade em um copo de água e que os alunos não matricularam-se porque não quiseram (aqui vê-se claramente muita falta de comunicação e de entendimento entre o departamento e a reitoria).

3ª Fase

Tudo a postos, a manifestação seria dali a poucos dias, os alunos estavam indignados prontos para fazer qualquer coisa, foram distribuídos os planos para a manifestação e já contavam com uma adesão de 75% dos estudantes nessa situação. E ZÁZ! Saiu a tal reunião já muito pedida

A comissão foi contactada para participar numa reunião com uma delegação que o reitor denominou para debater e encontrar a melhor solução *mas contudo pergunto, para quem? Para a universidade, para os estudantes ou para ambos? Por agora essas questões ficarão sem respostas *. Em todo o caso se saíssem dessa reunião com ‘certezas’, a manifestação estaria cancelada.

Reunião marcada, reunião feita.

Membros da delegação:

  • Dr. Paulino Monteiro (administrador Geral – Reitoria Praia)

  • Dr.ª Helena Rodrigues (Assessora para o desenvolvimento institucional – Reitoria São Vicente)

Membros da comissão:

  1. Andreia Fortes

  2. Gilda Lima

  3. Gilson da Cruz

  4. Hilaria Jesus

  5. Ivan da Silva

  6. Jair Estêvão

  7. José Lopes

  8. Romilton Rocha

  9. Simone da Graça

Nove membros cheios de garra e vontade de ajudar os seus colegas.

Havia 5 pontos cruciais:

  1. Matricula

  2. Exame (Recurso);

  3. Equivalência

  4. Cadeira projecto e orientador

  5. Condições de entrada no complemento licenciatura

Esses 5 pontos, foram debatidos durante cerca de 3hs e tal de reunião e do qual saíram soluções, soluções essas que de antemão sabiam que não agradaria a todos, mas que por hora resolveria o grosso da questão, mas a comissão deixa bem claro que tudo será bem fiscalizado e se essas directrizes não forem devidamente seguidas, deverão tomar medidas para que tudo volte aos eixos pretendidos.

Uma grande perda foi não terem conseguido os recursos, mas essa é uma questão que posteriormente será trazida a tona de novo, pois os estudantes dos cursos de licenciatura dizem ter poucas chances e que deveriam ter mais uma, mas deixe-mos isso para mais tarde.


AA Uni-CV vs Uni-CV

4 1


  • Quanto a equivalência, apesar de no inicio não nos terem dado a saber dessas condições e nem nos foi dado qualquer informação a esse respeito, informamos que todos os que desejarem, poderão solicitar a sua equivalência, pelos meios próprios e atempadamente, para mais informações vá a secretaria do DECM;


  • Quanto ao complemento licenciatura, para que um estudante tenha acesso a esta fase tem de ter finalizado o bacharel, ou então de estar somente com o trabalho de final de curso incompleto, o qual deverá ser apresentado até Dezembro próximo;


  • Para o exame especial e demais (exame 1ª época e 2ª época) deverá ser afixado o plano da disciplina até pelo menos 30 dias antes das provas, tal como disponibilizados professores para tirar dúvidas, fazer sessões de esclarecimentos e disponibilizar matéria;


  • Condições de conclusão do bacharelato de forma detalhada aqui;


  • Quanto a cadeira projecto que nunca foi leccionado nalguns cursos, os estudantes deverão se inscrever nele;


Sei que essas condições não satisfazem a todos, não depois de tantos problemas passados, problemas esses, boa parte imputáveis ao sistema, mas que remédio, cada um que faça o seu melhor e exija da universidade a sua parte, de maneira que tudo possa se resolver, mas sem nunca se esquecer que cada um de nós tem a sua cota parte tanto nos problemas como nas soluções.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Revolução

Revolução, é essa a palavra de ordem, o despertar de uma camada estudantil que vem dormindo debaixo da sombra da BANANEIRA, sem qualquer escrúpulo, vendo os seus direitos violados, o seu orgulho pisado, o seu intelecto desacreditado, os seus gritos abafados…CHEGA.
Os estudantes estão passando pelo processo de tomada de consciência de que são os pilares que sustentam essa universidade.
Onde foi o sentido prático da famosa frase “os jovens serão o futuro da humanidade” (a propósito, pergunto-me: continuando assim, que futuro? Só se for um futuro ao estilo Bela adormecida) o mundo precisa de pessoas dinâmicas, pessoas que sabem falar, falar o que pensam sem medo, pessoas com:
  • Capacidade de liderança;
  • Noção de grupo;
  • Responsabilidade;
  • Amizade…;
Pessoas verdadeiras, não de fantoches, por ai há muitos fantoches, bonecos sem vontade própria, sem respeito por si nem pelos outros, eu não quero ser assim, tu também de certeza não queres, então o que estamos a espera?!
Precisamos de centros de pesquisas, de prática, prática e muita prática…precisamos de dirigentes empreendedores, com visão, precisamos de pessoas dinâmicas, coordenadores cientes das suas responsabilidades, professores capazes ou bom não peço tanto queremos pelo menos ter professores), precisamos de vida, de autonomia, de sentir amor pelo que se faz e pela universidade ao qual pertencemos. Precisamos de tradição e de cultura por nós criada e para nós.


PROBLEMA? -> SOLUÇÃO!

Anônimo

Ida a Santiago para a tomada de posse * Maio de 2010*

Mindelo, aeroporto, destino: Praia-Santiago. Três membros São Vicentinos carregados de esperança, vontade, garra, determinação e desejo de um futuro melhor, para todos os estudantes universitários da Uni-CV.

A noite, ao chegarem ao aeroporto estava a sua espera o ilustre presidente da AA Uni-CV, foi quem acompanhou-os até onde iriam passar os próximos dias da sua estadia.

Foram bem instalados, em 2 apartamentos situados na achada Santo António.

Programa:

  • Quinta-feira: Chegada (a noite)

  • Sexta-feira: tomada de posse

  • Sábado: retorno a São Vicente

1º Dia

Tomada de posse no Campus de Palmarejo, com as fortes presenças do magnifico Reitor e demais membros da universidade.

Chegaram com quase uma hora de atraso, aiii esses engarrafamentos! Brincadeirinha, atrasaram-se por não saberem aonde seria a tomada de posse e por estarem a espera do motorista (mas que desculpa heinn!?). Foi uma cerimonia bem conseguida e de todo (pelo que ouvimos falar) muito agradável, seguida da actuação de dois artistas – estudantes e finalizada por um bufete.

De seguida foi marcada uma reunião com todos os membros, nas suas instalações na achada Stº António, pois teriam de voltar no dia seguinte e ainda nem tinham traçado nenhum plano, nenhuma estratégia, ou seja, necessitavam urgentemente de tempo para traçar planos para o futuro, pois não valeria de nada terem tomado posse, senão para fins teóricos e publicitários, não é?

Foi quando decidiram adiar a sua vinda, nem que para isso tivessem de se auto sustentar nesse território desconhecido…decisão tomada por todos os membros e na qual estavam bem seguros, nem que por via disso se instalassem debaixo de uma ponte, ou na praça…

2º Dia

Foram a Halcyonair, mudaram as passagens para terça-feira a tarde, mas antes disso já haviam perguntado se não haveria problemas em ficarem até lá no apartamento e foi-lhes respondido que não haveria qualquer problema e quanto a ajuda de custo, “no problem, nô te dsinrrascá”.


Foi então que aconteceu algo de inesperado, … a noite analisando os estatutos e demais projectos, …Trinnnnn…Trinnnn, o telefone tocou, foram despejados, ordem de saída até o dia seguinte, sob pretexto que viriam pessoas que deveriam ocupar esses mesmos espaços (testemunhas oculares afirmam não ter estado ninguém nesses apartamentos).

Portanto, desalojados, sem tecto e sem chão... e ‘Blink’ foram salvos, um telefonema e encontraram uma tábua de salvação, após varias explicações e muita consideração, foram resgatados e abrigados por uma mão amiga que compreendeu acima de tudo o quão importante isso era para eles e para todos os “unicevênces”-pessoas que estão ligadas ao Uni-CV, tanto pelo estudo, pesquisa, trabalho ou afim, “como não poderia deixar de ser, ficaremos eternamente gratos pela sua grande ajuda, que para nós foi tudo num momento de aflição *obrigada Sra Ana Hopffer Almada*” - palavras citadas por um dos membros e que todos concordam.

3º,4º e 5º Dia

Começou o ciclo de reuniões intermináveis, cansativas, mas porém muito produtivas. No qual analisaram o estatuto proposta, prepararam projectos, discutiram ideias, formularam questões…visitaram os departamentos, conheceram os respectivos presidentes e alguns professores, assistiram a uma aula, e sem qualquer tipo de constrangimento foram se despedir de todos, inclusive do administrador geral e dos demais, só não se despediram do reitor pessoalmente porque não foi possível.


“Ficaram saudades desses dias e vontade de haver muitos mais, pois uma universidade não se forma só de aparências mas sim do que se vê na prática.

Mesmo estando rumando contra a corrente sempre pode haver um vento a favor, e assim poder-mos descansar os braços cansados, cansados de tanto lutar.” - palavras citadas por um membro da associação.


“Estudants mêsté finca pê, snão nada catá ba pa frente”


“Queremos ter uma grande associação, queremos que ela sobreviva quer estejamos cá quer não, precisamos de um fundo de manejo, de certas facilidades e claro mais reuniões…para bom entendedor meia palavra basta.” - Desabafo da vice-presidente


Pela redação

sábado, 6 de novembro de 2010

Fotos da tomada de posse e dos seus elementos

Para aceder ao álbum de fotos Click aqui.

*Maio de 2010*


É criada a Associação Académica da Universidade de Cabo Verde (AAUni-CV)


Palavras do Presidente da AAUni-CV

     A Associação Académica da Universidade de Cabo Verde (AAUni-CV) é uma organização representativa de todos os estudantes da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV). A nossa actuação é direccionada pelos princípios de liberdade, democraticidade e representatividade da comunidade estudantil da Uni-CV, na medida em que queremos que todos sintam membros dessa família de milhares de membros, que é a comunidade estudatil da Uni-CV.
A actual Direcção da AAUni-CV inicia o seu primeiro mandato, no ano lectivo 2010/2011, consciente da responsabilidade e representatividade que tem e deve ter, para todos os estudantes, junto dos órgãos de governo e de gestão da Universidade de Cabo Verde e dos diversos agentes da sociedade civil.



Presidente da AAUni-CV - Discurso da Tomada de Posse

No âmbito da formação, esta Direcção, a primeira da AAUni-CV elege como prioritárias, embora não exclusivas, as áreas relativas à integração dos estudantes no espaço universitário, à promoção da cultura e da multiculturalidade, ao exercício da cidadania, à prática do desporto na academia, a uma maior participação na vida da academia e, particularmente, da AAUni-CV. Para tal, torna-se imperativo levar a cabo um trabalho de identificação e articulação de estratégias eficazes, cuja efectivação dos projectos deve contar com o apoio de todos quantos almejam construir uma universidade pública de referência e um corpo de quadros capazes de contribuir para o desenvolvimento sustentável das nossas ilhas.
Não obstante, dar-se-á especial atenção à acção social (principalmente no que toca às propinas, refeições quentes, transportes, assistência na integração de estudantes que se deslocam de outras ilhas e outros países, etc), procurando criar um Fundo Estudantil e promover a acessibilidade a cuidados de saúde e medicamento.
De igual forma será o nosso objectivo promover o debate político na academia, na esteira da promoção do exercício da cidadania; trabalhar na promoção de oferta de formações e actividades extracurriculares, essenciais, hoje em dia, para a formação pessoal e académica dos alunos, servindo como elemento de diferenciação curricular, fulcral na hora de ingressar no mercado de trabalho, promovendo worshops, cursos intensivos, atelieres, debates e seminários.


Família AAUni-CV e o Reitor da Uni-CV, Doutor António Correia e Silva

Noutro sentido, compreendemos que a AAUni-CV deverá diminuir o hiato informativo que existe entre si e os estudantes/colegas, apostando numa política de informação forte, com recurso às novas tecnologias. Neste sentido, a Rádio AAUni-CV desempenhará um papel importantíssimo na transmissão de informação simples e directa, acerca da actividade diária da AAUni-CV. Ainda nesta rubrica, temos em atenção que a criação de um espaço da associação em sites de relacionamento (nomeadamente o Facebook, Twitter, entre outros) permitirá uma maior proximidade, em especial, com a comunidade estudantil quer dentro como fora do país.
A área Pedagógica e Política Educativa não será descurada, na medida em que compreendemos a necessidade de informar e debater as temáticas da Universidade Pública de Cabo Verde e, no geral, do Ensino Superior, directamente com o nosso substrato pessoal. Nesse sentido, organizaremos Jornadas Pedagógicas, como local privilegiado para discussão, entre alunos e professores, dos principais problemas pedagógicos da universidade e, igualmente, em articulação com associações congéres.
A nível do Gabinete do Desporto, pretendemos estender a prática desportiva a todos os estudantes da universidade, promovendo encontros entre cursos e entre universidades. Nessa linha nasce o projecto maior da associação que é criar a selecção desportiva da Uni-CV.


Intervenção do Reitor da Uni-CV. Na mesa: Doutora Judite Nascimento - Presidente do Departamento de Ciências e Tecnologias; Doutor Marcelo Galvão - Presidente do Departamento de Ciências Sociais e Humanas

Mediante elaboração de um plano de actividades que visa implementar uma organização estudantil coesa, acolhedora dos seus representados, a presente Direcção assume o compromisso durante o mandato que se inicia para a concretização plena deste projecto, garantindo ainda o dinamismo e o crescimento da associação. A efectivação de tudo o que se preconiza será possível, se garantirmos um correcto e regular funcionamento dos órgãos, e comungarmos esforços no sentido de definir um plano estratégico que tenha em atenção os interesses de todos os corpos universitários. No entanto, será, também, necessário o envolvimento de todos os estudantes.
Na longa e árdua caminhada que está gestão pela frente, espera poder contar com todos.
Saudações Académicas

Dorival Ramos Mendes da Silva
Artigo extraído do blog Studânti
Artigo similar publicado no Site da Uni-CV Click aqui

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Finalistas 2009/2010


         A comissão de finalistas em Março deste ano fez a 1ª grande gala de finalista do DECM, com todos os bacharéis de 2007. Foi uma gala muito linda e emocionante, não tivemos uma participação á 100% dos finalistas, mas atingimos um nº razoável que nos faz ficar muito contentes.
Tivemos o apoio da reitoria, mesmo em cima do tempo, mas contudo foi muito útil, agradecemos.A gala foi realizada no Hotel Porto Grande, na qual se constatou a presença do presidente do conselho directivo do DECM, Eurides Costa. De seguida todos os finalistas se dirigiram para uma soirée no Syrius (nunca houve festa igual *espectacular*), e no sábado a festa oficial dos finalistas no Sr. Vinho - Lazareto, uma festa de arrasar com direito a tudo, com todos vestidos á rigor! A comissão trabalhou muito e mereceu que tudo desse certo, parabéns comissão (presidente da comissão Paulo Sousa – BPATM)!